Justiça de São Paulo determina a imediata soltura do Pastor Cristiano Braga fundador da Igreja Dom de Maravilha.

 


Deixou a prisão, por volta das 18h desta quinta-feira, 5, o pastor Cristiano Braga, fundador da Igreja Dom de Maravilha, em Três Passos.

Contra o pastor havia um mandado de prisão expedido pela Comarca de Aparecida do Norte - SP, que permanecia em aberto apesar de o processo estar prescrito desde o ano de 2012, de acordo com o seu advogado Demetryus Eugenio Grapiglia, de Frederico Westphalen.

Cristiano Braga, de 38 anos, encontrava-se no Presídio Estadual desde o dia 14 de fevereiro, após ser preso pela Brigada Militar em Padre Gonzales. O líder religioso foi solto após apresentação do alvará de soltura expedido pela Justiça de São Paulo, que julgou extinta sua punibilidade no processo de acusação por apropriação indébita.

Por volta das 17h, Cristiano Braga já era aguardado por dezenas de fiéis na frente do Presídio Estadual, onde foi recebido com lágrimas e orações. Na saída, o pastor reafirmou o seu sonho de construir um templo para 1500 pessoas em Três Passos.

A igreja do Pastor Cristiano vem atraindo centenas de fiéis e causando polêmica nos últimos três anos, no município. Localizada na rua Bento Gonçalves, no distrito de Padre Gonzales, a Dom de Maravilha já possui sete templos na Região Celeiro e outros dois no Estado.


Ver demais noticias.