O advogado Demetryus Grapiglia  foi contratado para a defesa do estudante de 26 anos, preso em flagrante na última segunda-feira por dupla tentativa de homicídio no campus central da Universidade de Passo Fundo.

Ele encaminhou requerimento à Justiça para que o seu cliente passe a contar com a liberdade provisória, alegando que o jovem teve um surto psicótico e sofre de transtornos mentais. Com isso, não deveria estar recolhido ao Presídio Regional de Passo Fundo, mas passando por tratamento.

Conforme o advogado, o homem preso está em estado de choque e já recebeu atendimento de psicólogos.

Grapiglia  também defende atualmente os irmãos Edelvânia e Evandro Wirganovicz, que são réus no processo da morte do menino Bernardo Boldrini, em Três Passos.

Redação Rádio Planalto / Rádio Guaíba.

http://listaocasca.com.br/aluno-preso-no-campus-da-upf-e-defendido-por-advogado-que-atua-no-caso-bernardo/